Hamas e Israel aceitam cessar-fogo em Gaza

Por César Costa da Silva - 27 de agosto de 2014 Nenhum comentário
Israelenses e palestinos aceitaram, por mediação do Egito, um acordo de cessar-fogo por tempo ilimitado na Faixa de Gaza. A medida foi adotada nesta terça-feira (26), depois de 50 dias de ataques que deixaram mais de 2.100 palestinos mortos e 70 israelenses.

No acordo há regras onde o Hamas – e outros grupos militantes palestinos – concordam em suspender os foguetes e bombas atiradas contra Israel que, por sua vez, aceita suspender todas as ações militares na Faixa de Gaza.

Outra medida aceita por Israel é abrir as fronteiras com Gaza para permitir o fluxo mais fácil de mercadorias e ajuda humanitária para a reconstrução da área. O Egito também assinou o acordo se comprometendo a abrir a fronteira de 14 quilômetros com Gaza.

O presidente de Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, deve assumir a responsabilidade de administrar as fronteiras de Gaza, tirando o Hamas da função, Israel e o Egito acreditam que assim a entrada de armas e munições será evitada.

O acordo tem outras regras como a Palestina se comprometer a reconstruir Gaza com apoio internacional; Israel se comprometer a diminuir a área de segurança no interior da fronteira e a estender o limite de pesca ao longo da costa de Gaza, de três para seis milhas; libertação de prisioneiros palestinos detidos na Cisjordânia; entrega dos restos mortais e objetos pessoais de soldados israelenses mortos na guerra; construção de um porto marítimo em Gaza, reconstrução do aeroporto e o descongelamento de fundos para o pagamento de 40 mil policiais, funcionários do governo e outro pessoal administrativo que estão em grande parte sem salários desde o ano passado.

O acordo passou a valer às 19h do horário local (13h no horário de Brasília) e desde então não houve mais ataques na Faixa de Gaza. As negociações serão retomadas dentro de um mês, segundo informações dos governos do Egito e de Israel.

Participaram dessa negociação o chefe da delegação palestina Azzam al-Ahmad, líderes do Hamas, da Jihad Islâmica, de outros movimentos palestinos em Ramallah, Gaza e Catar, além de Egito e as partes regionais e internacionais.

Fonte: Gospel Prime / Com informações Último Segundo

Livres DT, o seu canal de notícias do Diante do Trono e do Mundo Cristão

Livres DT - Por César Costa
(livresdt@yahoo.com.br)

Nenhum comentário para " Hamas e Israel aceitam cessar-fogo em Gaza "